Browse By

Tudo sobre o Reverence Valada e o Cartaxo num copo de 3

PartilharShare on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Share on Tumblr0

capa-reverence“Quando vou para o Ribatejo, sinto que a vida é diferente, que vale a pena viver lá no meio daquela gente”. Os versos do fado de António Mourão, podiam muito bem adaptar-se ao Reverence Festival Valada, um festival diferente e que vai valer a pena viver durante os dias 11, 12 e 13 de Setembro na pequena localidade de Valada do Ribatejo.

A menos de uma semana do início da maratona de concertos, está mais do que na altura de saber tudo sobre o Reverence Festival e reunir o que de melhor se pode fazer, comer e beber na região de Valada e do Cartaxo.

Começando pelo Cartaxo, a cidade é conhecida além-fronteiras como capital do vinho. Quem nunca ouviu falar das termas do Cartaxo? Estamos numa zona vitivinícola por excelência e onde se situa a sede da DFJ Vinhos, marca que produziu o vinho Vega Douro Tinto 2009, distinguido em 2012 com o prémio “Best Buy”, pela revista norte-americana “Wine Enthusiast”, bíblia mundial dos vinhos.

Ainda este ano, a Adega Cooperativa do Cartaxo, conquistou três medalhas de ouro em concursos internacionais com o Bridão Reserva 2011.

Créditos: Vítor Neno

Créditos: Vítor Neno

Mas não só de vinho, vive o Cartaxo. Como estamos no Ribatejo, é natural que o campo, o bairro e a lezíria, com o rio aos pés, a grande riqueza paisagística nos façam companhia ao longo do percurso para Valada.

Depois há que aproveitar a gastronomia tradicional, um dos pratos fortes, tanto da região de Valada, como do Reverence Valada, onde Nick Allport, promotor do evento, referiu em entrevista à Buzzstop que não haverá “Fast Food”, mas sim comida tradicional portuguesa e ribatejana: porco no espeto, bifanas e torricado.

reverence-valada2

Valada ao anoitecer | Créditos: Vítor Neno

Se queres experienciar a verdadeira comida de Valada e preparar o estômago para a Maratona de bandas com 62 horas, recomendamos que experimentes a açorda de sável,o ensopado de enguias ou o torricado, acompanhado de um vinho Ribatejano encorpado, tal e qual o cartaz do Reverence.

Por ser uma aldeia pequena, os restaurantes/cafés ficam todos na avenida principal, em frente ao recinto do Festival.

Se fores adeptos de caracoladas, estes cafés têm “Mad Skills” de tempero e os melhores caracóis que alguma vez comemos. (somos desta zona, conhecemo-la bem).

Além do Reverence Festival, do rock encorpado, da comida e da bebida, recomendamos uma visita à Palhota, aldeia típica dos Avieiros, pescadores que vieram da Vieira de Leiria para a zona de Valada à procura de sustento no Rio Tejo.

Atenção ao Rio Tejo. As autoridades não recomendam que tomes banho. Se o fizeres não te afastes muito da margem, porque este é um rio conhecido por uma forte corrente e fundões (buracos debaixo de água feitos pelos areeiros que operam nesta zona). Para finalizar, recomendamos que tragas repelente para as melgas que povoam o ar de Valada ao cair da noite.

Terminado o nosso roteiro, resta-nos agora aguardar ansiosamente pelo Reverence Valada.

reverence-natacha2

Palco Reverence | Créditos: Natacha Monteiro

Como diria o António Mourão, quando vou para o Ribatejo, levo comigo a guitarra. O Reverence também vem para cá e traz as guitarras dos Hawkwind, The Black Angels, Mão Morta, Red Fang e muitos mais.

Deixamos a nossa lista de locais para visitar antes ou depois do Reverence e indicações para chegares mais facilmente ao parque de merendas onde decorre o festival. Vemo-nos dia 11?

Como chegar

De Comboio

É possível chegar a Valada através de comboio a partir da estação de Santa Apolónia, em Lisboa. Do norte, partem comboios de Tomar, Entroncamento, Porto e Braga

Os comboios regionais partem de hora a hora durante o dia e demoram cerca de 45 minutos a chegar ao Reguengo, estação na qual existirão autocarros disponíveis para percorrer a curta distância até o local do Festival.

De Carro

GPS

Rua Primeiro de Maio, 1
Valada
GPS: 39.079111, -8.762677

 

Se vieres do Sul pela A1 a saída mais directa (e mais barata na auto-estrada) é a do Carregado. Depois sais na saída que diz Azambuja, vens pela N3, viras em Vale da Pedra e segues até Valada.

mapa-carro-sul

Vindo do Norte fica mais próximo pela saída Cartaxo. Depois vens pela N114-2 até encontrares um cruzamento que diz Valada. Depois é sempre em frente.

Autocarro

Se vens do Porto, vê esta excursão.

O que Visitar

Valada

Aldeia da Palhota (a 4 km) – Aldeia típica Avieira com casas palafíticas.

Ponte Rainha D. Amélia – Inaugurada a 14 de janeiro de 1904 pelo Rei D. Carlos

Cartaxo

Museu Rural e do Vinho do Concelho do Cartaxo  O espaço reúne elementos que permitem conhecer a história e as principais tradições ligadas ao mundo rural

Centro Cultural Município do Cartaxo  De arquitetura contemporânea, o CCC foi o palco das Cartaxo Sessions, concertos que deram origem ao Reverence Valada.

É um espaço aberto ao exterior, assumindo-se como a “casa da cultura de todos e para todos”.
Mais informações no site do Reverence ou da Câmara Municipal do Cartaxo.

Mais informações no site do Reverence ou no da Câmara Municipal do Cartaxo.

PartilharShare on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Share on Tumblr0

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *